Dicas para escolher o bolo de casamento perfeito – parte II

Já faz um tempo desde o último post, né? O volume de trabalho grande na cozinha acaba diminuindo meu tempo para escrever no blog, mas pelo menos é por um bom motivo! Agora que estou de volta, tenho mais algumas dicas para que o seu bolo de casamento seja tudo que você sempre sonhou! Se você não viu o primeiro post dessa série, confira aqui.

Qual o horário da festa?

O horário da festa geralmente influencia o tipo de serviço da comida (coquetel pela manhã, finger food à tarde, buffet completo à noite, etc) e com quanto os convidados de fato comem de bolo. Pela manhã e de dia, os convidados costumam comer mais bolo que em festas à noite, por exemplo. É importante o casal e a pessoa responsável pelo bolo discutirem esses detalhes para que a quantidade de bolo servido seja suficiente, sem exageros.

Bolo casamento David e Kelly 2

Quantos convidados sua festa terá?

Essa questão é delicada: em mini weddings, quase todos os convidados comem bolo. Em festas médias, com mais de 100 convidados, grande parte dos convidados comem bolo – costumo considerar cerca de 75% dos convidados. Já em casamentos grandes, com mais de 200 convidados, o número de convidados que comem bolo diminui. Por isso, apesar da festa e o número de fatias teoricamente terem que ser maiores, não é necessário servir uma fatia por convidado. Novamente, é indispensável considerar todas as peculiaridades da sua festa para decidir um número de fatias apropriado.

Quantos andares?

O número de andares do bolo tem que funcionar bem com o tamanho do casamento, a decoração e o número de fatias que devem ser servidas. Não faz sentido um mini wedding com 50 convidados ter um bolo de quatro andares, assim como um bolo de dois andares ficar “perdido” na mesa de um casamento de 250 convidados. Normalmente é possível ajustar o número de fatias ao número de andares pedido pelos noivos, então é importante que essa escolha seja consciente para que o bolo se destaque sem ofuscar a decoração ou destoar do estilo do casamento.

Naked Cake casamento Julia Guedes Curitiba

Bolo de copa?

É comum que casais peçam se é possível fazer um bolo falso para ser exibido no salão e um bolo de copa para ser cortado e servido aos convidados. Eu não sou radicalmente contra isso, mas tento mostrar aos noivos que é perfeitamente possível fazer um bolo bonito, que combine com o casamento e ainda assim seja irresistível. Acredito que o mais importante em um bolo é o sabor, então essa é sempre minha prioridade. Se os noivos preferem um bolo mais úmido ou com frutas frescas, existe a opção da cobertura de buttercream. Se preferem um bolo clássico de pasta americana, a massa é um pouco mais densa e os recheios são diferentes, mas isso não quer dizer que não são incríveis – é uma questão de preferência, somente. Conhecer as opções disponíveis e fazer uma degustação são as melhores maneiras de tirar todas as dúvidas e decidir pelo tipo de bolo ideal para a sua celebração.

Na próxima semana farei mais um post com dicas para você fazer o bolo dos seus sonhos caber no seu orçamento e outras informações para que tudo seja doce no dia do seu casamento! Se tiver dicas, dúvidas ou comentários, estou à disposição para ajudar! :)

Fotos: Jorge Mariano Fotografia

 

1 comment for “Dicas para escolher o bolo de casamento perfeito – parte II

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *